top of page
  • Foto do escritorboasementenet

Patrulha Maria da Penha de Casimiro de Abreu comemora dois anos de atuação pela mulher



Em uma manhã marcada por discursos emocionantes e homenagens, a Patrulha Maria da Penha celebrou seus dois anos de atuação com um evento especial, ontem, na Casa de Cultura Estação Casimiro de Abreu. Reunindo autoridades, membros da comunidade e representantes de diversas entidades, a celebração destacou as conquistas e desafios enfrentados pela patrulha no combate à violência contra a mulher.


Desde sua criação, em maio de 2022, a Patrulha Maria da Penha tem desempenhado um papel crucial na proteção das mulheres vítimas de violência doméstica no município. Com uma equipe dedicada e treinada, a patrulha realiza monitoramento constante e visitas regulares às vítimas que possuem medidas protetivas, garantindo que os agressores cumpram as determinações judiciais e oferecendo apoio contínuo às mulheres.


O evento de comemoração contou com a presença da coordenadora do projeto, Ariana Barbosa, que em seu discurso enfatizou a importância do trabalho realizado pela patrulha. “Nestes dois anos, nossa equipe tem se dedicado incansavelmente para garantir a segurança e o bem-estar das mulheres de Casimiro de Abreu. Cada vida protegida, cada história de superação é uma vitória para todos nós”, destacou Ariana.


Entre as autoridades presentes, o promotor Bruno Santarém destacou a importância da continuidade e fortalecimento do projeto no município. “A Patrulha Maria da Penha é um exemplo de como a união de esforços pode transformar realidades. Não basta apenas que a mulher seja protegida pela Patrulha e acolhida pelo CEAM, o agressor também precisa de tratamento e acompanhamento para que não tenhamos novas vítimas”, alertou o promotor.

Nestes dois anos do programa, a Patrulha Maria da Penha realizou quase 5 mil atendimentos, monitorando de perto o cumprimento das medidas protetivas. Mais de 500 mulheres foram atendidas pela Patrulha e mais de 300 medidas protetivas foram expedidas pelo Poder Judiciário. Além disso, foram realizadas 37 prisões e mais de 350 conduções de suspeitos à delegacia.

Comentarios


bottom of page