top of page

Na Régua em Ação: Governo do Estado investe na segurança de moradias no Morro da Paz, em Queimados


Equipes do projeto iniciaram troca de cliques de botijão de gás para prevenir acidentes domésticos


O projeto Na Régua continua atuando para melhorar a salubridade e o conforto de moradias em todo o Estado. Em Queimados, Baixada Fluminense, as equipes da iniciativa, que faz parte do Casa da Gente e é executada pelo Governo do Estado, deram início à troca de cliques de botijão de gás no Morro da Paz, nesta quinta-feira (9). Os técnicos que visitaram as casas da região, uma das três beneficiadas pelo projeto no município, identificaram as moradias que possuíam risco de vazamento de gás, por conta de equipamentos antigos e desgastados. O objetivo da ação é proporcionar segurança para as famílias e prevenir acidentes domésticos.

Implantado na cidade há quatro meses, o projeto já realizou 412 atendimentos de assistência técnica nas áreas de engenharia e arquitetura no Morro da Paz. Deste total, 60 famílias em situação de vulnerabilidade serão contempladas com os serviços de melhorias habitacionais ofertadas pelo Na Régua.

Para o secretário Rogério Brandi, o projeto foi pensado não apenas para proporcionar arquitetura acessível a famílias sem condições de contratar um profissional, mas também para oferecer uma moradia digna e com segurança para todos, como na questão das trocas dos cliques de botijão. “Nos preocupamos com a saúde e a segurança dos moradores. Por isso, o Na Régua, além de oferecer um projeto de arquitetura para que os moradores tenham uma casa mais ventilada, com acessibilidade e sem infiltração, realizamos essa vistoria nos botijões de gás para evitar vazamentos que colocariam em risco toda a comunidade”, explicou Brandi.

Segundo o subsecretário de Habitação da Seinfra, Allan Borges, o olhar atento aos vulneráveis do Estado é um marco da atual gestão. “A iniciativa de substituir os equipamentos contribui para a redução das desigualdades sociais e reafirma o nosso compromisso em aumentar os níveis de saúde e segurança habitacional das famílias", frisou ele.



Os moradores do Morro da Paz que desejam receber projetos de engenharia e arquitetura para reformarem as suas casas precisam ser proprietários da unidade, residir no local há mais de três anos, renda de até seis salários mínimos e comparecer ao escritório do Na Régua na Avenida Irmãos Guinle, 1497, Centro de Queimados.


Comunidades em foco Lançado em novembro de 2021, o Na Régua conta com 17 escritórios espalhados pelo Rio de Janeiro. As equipes, formadas por pesquisadores, assistentes sociais, arquitetos e engenheiros, oferecem assistência técnica nas áreas de Engenharia e Arquitetura para executar pequenas reformas nas casas de famílias vulneráveis e projetos para quem deseja reformar sua moradia, mas não tem condições de pagar por ajuda de um arquiteto ou engenheiro. O projeto já realizou 23.255 pesquisas domiciliares, das quais 7.429 foram respondidas por famílias elegíveis para participar da iniciativa. Para saber onde encontrar o escritório mais próximo do Na Régua, acesse o site https://programanaregua.com.br/

Posts recentes

Ver tudo

CONCESSÃO DE LICENÇA

PREFEITURA DE CASIMIRO DE ABREU CNPJ N° 29.115.458/0001-78 A Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, torna público que

Комментарии


bottom of page