top of page
  • matheuslopescomerc

Governo e instituições empresariais avaliam aplicação do “Comprovante de Vacinação”


A aplicação do decreto municipal 221/2021 que determina, a partir desta segunda-feira (20), a apresentação do Comprovante de Vacinação contra a Covid-19 no acesso a estabelecimentos específicos em Macaé, foi avaliada pelo governo municipal junto a instituições empresariais locais. Em reunião realizada na tarde de hoje, o prefeito Welberth Rezende assegurou que a nova medida reforça as ações de enfrentamento à pandemia do Coronavírus na cidade.

“Macaé é referência na eficácia de medidas de enfrentamento à pandemia, promovendo assistência em Saúde à população e atuando também na causa para reduzir os índices de disseminação do vírus. Agora, iniciamos uma nova etapa nesta luta, mantendo sempre o diálogo e o respeito a todas as instituições que representam as principais atividades econômicas locais”, ressaltou Welberth.

O encontro contou com a participação de representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM), da Comissão Municipal da Firjan, do Convention and Visitors Bureau de Macaé (CVB), Sebrae, Associação Macaense de Contabilistas (AMACON), Polo Gastronômico de Macaé e do Sindicato do Comércio Varejista de Macaé (SIMCOM).

Entre os pontos destacados pela equipe do governo municipal está a não exigência do Comprovante de Vacinação no acesso às lojas e estabelecimentos que pertencem ao comércio local, assim como no shopping. Critérios sobre a fiscalização e cumprimento das novas regras previstas pelo decreto também foram discutidas junto a rede hoteleira e proprietários de restaurantes da orla das Praias Campista e dos Cavaleiros.

De acordo com o Procurador do Gabinete do prefeito, Rodrigo Cavour, as regras estão baseadas em recomendação do Ministério Público Estadual (MPE) e acompanham também os indicadores positivos já alcançados por Macaé no índice de vacinação da população contra a Covid-19 que registra 65,8% da população geral já vacinada com a primeira dose ou dose única e 30% com a segunda dose.

Os secretários de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna, e da Casa Civil, Luciano Diniz, reafirmaram que todos os pontos levantados pelos representantes das instituições empresariais, referentes à exigência do Comprovante de Vacinação, serão avaliados e poderão basear novas medidas a serem instituídas pela gestão municipal.

O encontro contou também com a participação dos secretários de Turismo, Léo Anderson; de Saúde, Liciane Furtado e da Gerente de Vigilância em Saúde, Elenice Sales.

Posts recentes

Ver tudo

CONCESSÃO DE LICENÇA

PREFEITURA DE CASIMIRO DE ABREU CNPJ N° 29.115.458/0001-78 A Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, torna público que

Comments


bottom of page