top of page

Cidade Energia de portas abertas para o mundo


A referência de Macaé em sediar investimentos em infraestrutura que antecipam a participação do Brasil nas etapas da chamada “transição energética” ganhou evidência global na participação da prefeitura como expositora na edição deste ano da Rio Oil and Gas.




Durante os quatro dias da feira encerrada nesta quinta-feira (29) e considerada a segunda maior do segmento offshore no mundo, a comitiva da “Cidade Energia” recebeu delegações governamentais de países como Holanda, China, Itália, França e Angola, além de comitivas empresariais dos Estados Unidos, Inglaterra, Noruega, México e Suíça, todos interessados em conhecer de perto os projetos que concentram em Macaé cerca de R$ 25 bilhões de investimentos, quase 1/3 do total de recursos privados que estão sendo aportados no Estado do Rio de Janeiro para alavancar o mercado do petróleo nacional.



De portas abertas para o mundo, a cidade também se apresenta como referência em ações de governo que fortalecem o ambiente de negócios, estratégia destaca pelo prefeito Welberth Rezende.


“O saldo da nossa participação na Rio Oil And Gas é mais que positivo. Apresentamos, não só os projetos estruturantes como o Porto, a nova planta do gás e as 11 termelétricas. Somos, também, a cidade que vem desenvolvimento uma política de fomento à indústria, com incentivos fiscais definidos com o governo do Estado, executando obras que melhoraram a nossa infraestrutura, oferecendo serviços de qualidade em Saúde, Segurança Pública e Educação. Estamos preparados para receber as empresas que desejam participar do nosso ambiente de negócios”, avalia o prefeito.




A construção da Marlim Azul, primeira usina termelétrica do total de 11 projetos já licenciados para se instalar em Macaé, foi apresentada na Rio Oil and Gas como a consolidação do Parque Térmico Sudeste, projeto que promove a transição energética do país, ao utilizar gás natural como fonte de produção de energia.




O “hub do gas”, também já licenciado, que inclui os terminais de carga e de tancagem do Tepor (Terminal Portuário de Macaé), integrado a Unidade de Processamento de Gás Natural (Vagflex), atraíram os interesses de companhias internacionais que visitaram o estande de Macaé na Rio Oil and Gas.




“Macaé já tem um portfólio consolidado de projetos que já estão em fase de instalação e que promovem, em definitivo, o processo de transição energética nacional. Foram dias de muito trabalho aqui na Rio Oil and Gas, de networking e de encontros com delegações internacionais que irão se desdobrar em visitas oficiais a nossa cidade. Estamos preparamos para receber todos os investidores que hoje já reconhecem o nosso protagonismo no cenário global de energia”, destacou o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Vianna.

Energia

Além dos projetos voltados à produção de energia através do gás natural, programas de fomento à sistemas de energia renovável também foram mapeados por Macaé durante os quatro dias da Rio Oil and Gas.

“Macaé tem o potencial de implantar diversos sistemas de geração de energia, em especial os sistemas renováveis, que já são realidade em nossa cidade. E participar da Rio Oil and Gas nos permite conhecer novos produtos que já estão em fase de implantação no mundo”, afirma o Secretário de Políticas Energéticas, Thiago Rocha.

Emprego e formação

Além dos projetos estruturantes, Macaé também apresentou na Rio Oil and Gas os programas de incentivo à qualificação da mão de obra local, considerada como uma das principais expertises da cidade ofertada às empresas que desejam se instalar na cidade.

“Esse network proporcionado pela feira é importante para que possamos apresentar o nosso trabalho de conectar a mão de obra local às oportunidades geradas pelas empresas que chegam em nossa cidade. O nosso objetivo principal aqui é identificar essas novas demandas de contratações e já preparar os profissionais de Macaé para atender as grandes empresas de energia que se preparam para se instalar no nosso município”, afirmou a Secretária de Trabalho e Renda, Sabrina Nunes.

Cidade do Conhecimento

Parcerias também para o desenvolvimento de projetos voltados à qualificação profissional, e até a proposta de assinatura de termos de cooperação para desenvolver intercâmbio entre pesquisadores de Macaé e de outras nações petrolíferas também foram estabelecidas durante a realização da feira.

“Somos a cidade do conhecimento. A nossa rede acadêmica é uma referência nacional e supera o aprendizado na sala de aula. Macaé é base de pesquisas importantes que ajudam a tornar, não só a nossa cidade, mas o Estado preparados para acompanhar todas as transformações que já ocorrem em diversas áreas”, avalia a secretária de Ensino Superior, Flaviá Picon.

Sustentabilidade

Referência presente na formatação do estande da prefeitura na Rio Oil and Gas, a sustentabilidade também faz parte dos programas desenvolvidos por Macaé ao estruturar esta nova fase de desenvolvimento a partir do processo de transição energética nacional.

“A manutenção de áreas de preservação, plantios dos chamadas “corredores ecológicos”, proteção dos nossos recursos naturais e a realização de estudos e pesquisas, representam o nosso compromisso em proteger o nosso meio ambiente, pauta que é trabalhada como prioridade para as empresas que participam desse processo da transição energética. E na Rio Oil and Gas, Macaé também foi referência neste modelo de gestão pública”, analisa o Secretário do Ambiente, Juninho Luna.

Bem-vindo a Macaé

Da Rio Oil and Gas, Macaé já estabeleceu também novas agendas de visitas de delegações governamentais que irão conhecer de perto o novo processo de expansão da infraestrutura da cidade.

Nas agendas, pautas como a instalação das usinas termelétricas, projetos de sustentabilidade e o campus universitário serão apresentadas para os representantes de nações que buscam realizar acordos comerciais com empresas instaladas no município.

“Essas agendas com consulados e câmaras comerciais de países que visitaram o nosso estande na Rio Oil and Gas representam o sucesso do nosso governo em defender o potencial de Macaé, não só para o mercado de óleo e gás, mas em vários segmentos que completam a nossa importância para o estado do Rio e para o Brasil”, afirmou o secretário de Relações Institucionais, Tito Simões.

Posts recentes

Ver tudo

CONCESSÃO DE LICENÇA

PREFEITURA DE CASIMIRO DE ABREU CNPJ N° 29.115.458/0001-78 A Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, torna público que

Comments


bottom of page