top of page
  • gesianefernandes2

Cedae responde sobre desabastecimento de água e fala em investimentos

Atualizado: 4 de out. de 2023

André Oliveira comentou sobre R$ 270 milhões destinados a obras em Macaé



O gerente operacional da Cedae em Macaé, André Oliveira, esteve na Câmara Municipal nesta terça-feira (26), durante o Grande Expediente, para dar esclarecimentos acerca dos muitos casos de falta d’água na cidade. O requerimento foi de Luiz Matos (Republicanos). “Recebemos reclamações todos os dias, principalmente de bairros como Lagomar e Barreto”.


André disse que as instalações da companhia foram construídas na década de 1950, com bombeamento de 390 mil litros por segundo. Após ampliações, o número atingiu 715 mil. “Com melhorias, podemos chegar a 1.000. Mas há recursos de R$ 270 milhões, que podem levar essa capacidade a 1,6 mil”.


Participaram da sabatina 11 parlamentares. Além do desabastecimento, falaram de mau cheiro, coloração escura e calçamento não recolocado após obras. “Na Barra, a mudança de cor e a espuma deveu-se a um rompimento na rede de esgoto. Interrompemos o fornecimento, realizamos a desinfecção e estamos colhendo amostras para monitorar a qualidade”, respondeu.


Quanto a problemas na reposição de paralelepípedos na Virgem Santa, ele defendeu uma melhor comunicação para alinhar as obras da prefeitura e da concessionária. “Lamento muito só abastecermos com carros-pipa o Aterrado do Imburo. Estamos tentando efetivar o nosso programa rural, que poderá atender também as Bicudas, Córrego do Ouro, Trapiche e Glicério, na Região Serrana”, acrescentou.


Investimentos travados

O presidente Cesinha (Solidariedade) comentou sobre o fornecimento do Lagomar. “Simplesmente não chega ao final do bairro. Tem colégio sem uma gota de água!”. Ele questionou por que não são logo investidos os R$ 270 milhões que o gerente mencionou. Segundo o gerente, as obras dependem de um novo contrato com o governo municipal.


O líder do governo Luciano Diniz (Cidadania), funcionário licenciado da empresa, explicou que a nova licitação do serviço de abastecimento é exigida por uma lei nacional. Cesinha se declarou contra a privatização. “Defendo a municipalização, ou que continuemos com a Cedae, desde que os investimentos aconteçam”.



Posts recentes

Ver tudo

CONCESSÃO DE LICENÇA

PREFEITURA DE CASIMIRO DE ABREU CNPJ N° 29.115.458/0001-78 A Prefeitura Municipal de Casimiro de Abreu através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, torna público que

Comments


bottom of page